Four Fones: determinação, evolução musical e atitude

Four Fones. Foto: divulgação oficial

"Somos uma banda de Rock. É isso que sempre dizemos", afirma a vocalista e guitarrista da Four Fones Karoll Matos. Quem já a viu no palco, sabe o que esperar:uma voz firme, algumas caretas, movimentos para lá e para cá com a guitarra como se estivesse se apresentando para uma multidão e a querendo contagiar. E mesmo assim, demonstra atenção aos riffs e ao som entoado pela sua voz a cada música.


A banda começou de forma espontânea por meio de apresentações nos eventos colegiais que com o tempo se tornaram frequentes. "Era sempre bom ganhar notas por fazer o que gosta. Depois surgiu um evento para tocarmos e tivemos que nos oficializar de alguma forma como banda e não só amigas tocando no colégio", ressalta Karoll. Elas ficaram ainda mais empolgadas após terem assistido o filme " The Runnaways", o qual mostram a história da banda de Rock americana de mesmo nome que se destaca por ser formada somente por mulheres e pelo desempenho conquistado no mundo na música.

Então no dia 10 de agosto de 2014, a Four Fones surgia em Palmeiropólis/TO. Mas elas não começaram com essa ideia de nome. Elas tinham pensado em " Three Phones" por ter três mentes e gostos diferentes, mas que de alguma forma se juntaram para um objetivo.  Só que o nome foi mudado pela questão da escrita e da quantidade de integrantes, pois acrescentariam mais um membro para esta jornada.

E após este momento decisivo, veio um outro maior. A mudança de cidade da vocalista. Karoll, mudou-se para a capital do Tocantins. Um lugar diferente e com pessoas que ela ainda não tinha muito conhecimento sobre, mas empenhou-se encontrar quem estivesse disposto a formar uma banda. No dia 02 de maio de 2015, um novo Four Fones se apresentava e que tinha somente com a Karoll de representante feminina. O nervosismo e a preocupação em tocar de forma satisfatória naquela Seletiva para o 12º Tendencies Rock Festival era perceptiva, mas o som não deixou a desejar.


Formação atual

Foram muitas mudanças de formação desde então, mas o desejo de se firmar uma banda persistiu e desde janeiro de 2016, a Four Fones se estabilizou com Hartur Martins (Guitarra Solo), Jonatas Schulz (Baixo e Backing Vocal) e Dario Phortaleza (Bateria). A primeira apresentação desta formação foi na seletiva do Grito Rock, a qual a vocalista disse que foi a volta de todos aos palcos e ressaltou que " a sensação foi incrível e reforçou o porquê de estarmos juntos fazendo um som".

Karoll em uma das suas típicas caretas no palco

Os integrantes da banda apreciam outros estilos musicais como Blues Jazz, Pop, Metal, Eletrônica e Erudita, o que mostra o interesse pela música como um todo. "Somos amantes da música e como fazemos um som autoral, é muito importante ouvir de tudo", destaca Karoll. 


A contribuição musical e a trajetória de cada integrante acrescentam valores em relação a amizade, ao fato de serem músicos e como uma banda. " Surgem os dilemas que vem uma conexão maior. O último show enfatizou essa evolução, então sempre quando eu penso no primeiro e no último show a sensação é que não estamos parados. Estamos em constante evolução e é isso que importa", acrescenta .

Na rotina como banda, todos fazem a sua parte, mas as letras e criação das estruturas das músicas, só alguns. "99 % das letras da Four Fones são escritas pela Karoll, aquele 1% ( que não é vagabundo) escrevi para completar o show. O processo de criação começa com algumas ideias simples de cordas e/ou letra. Com a letra quase pronta (porque sempre muda alguma frase ou palavra), gravamos o mapa da mesma com a voz e as guitarras. Com o áudio, vamos lapidando as camadas da música. Todos participam do processo, inclusive o Freddy ( administrador das nossas redes sociais)", afirma o guitarrista Hartur Martins.

Com esta formação, a banda conquistou mais atenção do público palmense. Uma das pessoas que esteve na seletiva do Grito Rock, primeira apresentação com os atuais membros, foi a Andressa Noleto,a qual gostou do show feito pela Four Fones. " Achei uma banda super talentosa.Foi uma surpresa ver a voz da cantora. Ela é bem afinada e me fez envolver e gostar da música. A melodia e as letras são bem legais", afirma.


Música que define a banda, pois atravessou a trajetória das mudanças, segundo a vocalista


A respeito da melhor apresentação da banda, Karollainy e Hartur afirmam que até o momento foi a realizada no 13ª edição do Tendencies Rock Festival." Estávamos num mês de bastante trabalho e isso nos deixou mais entrosados. Além do fato de termos gravado, o que conta muito", diz Karoll.

A gravação do primeiro EP da banda realizado durante o festival citado foi a escolha de ser o material de apresentação da Four Fones. A vocalista e guitarrista explica que, "nossa intenção é de mostrar toda energia presente em nossos shows e um EP ao vivo pode passar isso com mais precisão que um EP de estúdio". Assim, no momento ideal que será determinado ainda, o EP será divulgado nas redes sociais da banda, pois o mesmo já está pronto.


Evolução

A Four Fones tem tido as oportunidades esperadas desde a criação e reafirmam a sua evolução. "Tudo tem acontecido de maneira favorável. É claro que passamos por desafios a todo instante, mas é natural aprender com essas as pedras no caminho. De qualquer forma, estou muito feliz com tudo que vem acontecendo, o público tem reagido bem ao nosso som e isso é o que importa, afinal", afirma Karoll.


Contudo, há o problema de falta de espaço para tocar no Tocantins e que é extremamente importante para uma banda autoral. "Alguns meses atrás, cansada de esperar, acabei promovendo um evento para que minha banda pudesse tocar.É disso que precisamos, de pessoas que saiam da zona de conforto e corram atrás e não só fique com a bunda no sofá reclamando de não haver oportunidades", diz a vocalista.

Ela ressalta ainda a importância da valorização do músico e afirma " quer fazer um evento de rock, lembre-se de que músicos também tem gastos e pague por nosso trabalho. Por que, sim, é um trabalho! E músicos/bandas, parem de tocar de graça e fazer o evento dos outros sem ganhar nem água ou lanche, eles vão lucrar e vocês merecem receber também".

A atitude é uma das principais características do Rock além da música. Karoll é uma das poucas vocalistas a frente de uma banda no Tocantins e que, para isso, teve influências de grandes divas que enfrentaram o machismo e que não se calaram em meio as críticas. " Somos fortes e guerreiras e sei que o Rock é, sim , para mulheres, por isso faço o que faço, para tentar motivar outras meninas a  se interessarem por não só estarem na plateia aplaudindo bandas de homens, mas estarem no palco sendo aplaudidas."
Four Fones durante a Seletiva Grito Rock 2016

Com muita ousadia, a Four Fones planeja levar o som para o máximo de ouvidos possíveis. " Para os próximos anos? Rock In Rio ( sonhar grande!). Em meses, tocar em outros Estados e participar de programa de TV aberta, onde as bandas mostram seu som", conta Hartur Martins.


O espaço do blog Inforock será sempre bem-vindo também nesse processo de crescimento musical não só da Four Fones, mas de quem precisar. "Obrigada, Inforock, pela motivação e suporte que vocês dão às bandas tocantinenses. Continuem com esse projeto, porque para nós ( músicos independentes) é muito importante receber um apoio assim", agradece Karoll . E ela ainda enfatiza o recado da participação feminina no Rock," Lembrem-se meninas e meninos: O Rock é para mulheres, sim!"


Canais da banda:
Facebook: https://www.facebook.com/fourfones

Site: http://fourfones.wixsite.com/four-fones
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCG7DsA2HtTM8P6k1jPigXnQ


7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Mandaram um som firme em Gurupi e teve uma ótima repercussão pelo meu ponto de vista foi o melhor show deles, cada vez mais evoluindo e acrescentando elementos nas músicas que estão sendo bem fundamentais no amadurecimento das músicas, parabéns pelo som tá no caminho certo \m/

    ResponderExcluir
  3. Acompanhando com um orgulho imenso o crescimento da Four Fones, vão fundo galera, e como vocês mesmos disseram: criem as oportunidades!!! ;)

    ResponderExcluir
  4. Acompanhei Hartur Martins na Jornada com a música desde 1997. Muito satisfatório saber que a jornada continua, e agora de maneira bem profissional. Sucesso a Four Fones!

    ResponderExcluir
  5. A presença de palco da cantora é mt boa! Muito carismática

    ResponderExcluir
  6. Adorei essa banda, a mina canta muito!
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Adorei essa banda, a mina canta muito!
    Bjo

    ResponderExcluir